Novo estudo aponta estado nutricional de crianças no Brasil

Quase metade das famílias brasileiras com crianças menores de 5 anos (47,1%) vivem em algum grau de insegurança alimentar.

Cognys

  • 19/10/2021
  • 0
  • 0
  • 0
Favoritar
“As fontes de vitamina B12 são exclusivamente alimentos de origem animal'', aponta especialista. (Fonte: iStock)

Organizado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em colaboração com Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (ENANI-2019) apresentou dados inéditos sobre anemia e deficiência de vitaminas e minerais em crianças de até 5 anos.

Um dos resultados da pesquisa indica que a insuficiência de vitamina D nessa faixa etária não se caracteriza enquanto um problema de saúde pública no Brasil, para além disso, que a prevalência da deficiência de vitaminas e minerais reflete as desigualdades socioeconômicas do país. 

Segundo Gilberto Kac, professor titular do Instituto de Nutrição Josué de Castro da UFRJ, “As fontes de vitamina B12 são exclusivamente alimentos de origem animal, principalmente – carne bovina, suína, fígado, vísceras e peixes. A dificuldade de acesso a esses alimentos pode estar relacionada à alta prevalência de deficiência de vitamina B12 nessa faixa etária”. É válido ressaltar que em relatório publicado em setembro, o ENANI-2019 revelou que aproximadamente metade das famílias brasileiras com crianças menores de 5 anos (47,1%) vivem em algum grau de insegurança alimentar.

Link da notícia completa, clique aqui.

COGNYS
ufrj
fiocruz
uff
pesquisa
alimentação
nutriçãoinfantil
uerj
fonte: Fiocruz