Em estudo, medicamento reduz pela metade mortes por COVID-19 em UTI

Ensaios clínicos apontam redução de dano significativa nos órgãos vitais durante o período de internação na UTI.

Cognys

  • 01/12/2021
  • 0
  • 0
  • 0
Favoritar
Metade dos voluntários receberam prostaciclina, enquanto o outro grupo, o de controle, uma solução salina tradicional. (Fonte: iStock)

Pesquisadores têm testado fármacos desenvolvidos para outras finalidades na tentativa de descobrir drogas que consigam tratar as complicações pulmonares graves ocasionadas pela COVID-19. Segundo um estudo divulgado esta semana em um período científico, a prostaciclina pode ter esse efeito. 

O estudo foi realizado com o uso do medicamento como terapia experimental em um grupo de 80 pessoas internadas, em razão da COVID-19, em hospitais da Dinamarca. Metade dos voluntários receberam prostaciclina, enquanto o outro grupo, o de controle, uma solução salina tradicional. Após três dias, concluiu-se que aqueles que receberam a droga tiveram, de modo geral, significativamente menos danos aos órgãos vitais durante o período que estiveram na UTI.

No momento, o grupo de especialistas coordena um estudo maior com foco no efeito da droga na falência de órgãos em pacientes vítimas do choque séptico e endoteliopatia grave. Conforme aponta o professor Pär Johansson, caso os pacientes de COVID-19 atendam aos critérios de participação, poderão ser incluídos no estudo. Contudo, a real expectativa do especialista é que outros pesquisadores realizem o acompanhamento dos resultados divulgados ontem. 

Link da notícia completa, clique aqui.

COGNYS
MEDICINA
pesquisa
covid19
uti
fonte: Correio Braziliense