Setembro amarelo: o mês de prevenção ao suicídio

Conheça a importância campanha da Associação Brasileira de Psiquiatria e do Conselho Federal de Medicina e outras iniciativas.

  • 11/09/2020
  • 0
  • 0
  • 0
Favoritar
Conheça a campanha do Setembro Amarelo e entenda sua importância na valorização da vida. (Fonte: iStock)

O ano de 2020 pode ser considerado atípico por vários motivos, mas ele com certeza ficará marcado na história por ser o ano que trouxe de volta ao mundo os desafios que uma situação de pandemia impõe ao planeta. Em uma sociedade muito mais desenvolvida e conectada do que 100 anos atrás, as consequências se tornam ainda mais graves.

A característica de alta infectabilidade e o desconhecimento sobre o SARS-CoV-2, o vírus causador da COVID-19, ainda impõe uma situação um tanto quanto única: o distanciamento e/ou isolamento social. Com isso, não somente a saúde física é afetada para aqueles que são infectados pela doença, mas a saúde mental também se torna um problema.

Em março, no começo da pandemia, a psicóloga Marcely Quirino, especialista em Psicologia Hospitalar e Terapeuta Cognitivo Comportamental, em entrevista ao Cognys falou sobre o assunto. Para ela, é inegável que o procedimento de quarentena que exige o isolamento social tem efeitos psicológicos sobre os indivíduos.

“O isolamento social afeta diretamente o psicológico do indivíduo. Porque você perde toda a sua socialização e você entra num confinamento. Esse confinamento pode gerar consequências importantes no fator psicológico e emocional deste indivíduo.”, afirmou a psicóloga.

Diante desse cenário, é ainda mais importante cuidar da saúde mental, já que o confinamento e o isolamento social podem trazer consequências graves como quadros de depressão e ansiedade. E são justamente esses transtornos mentais que mais preocupam especialistas da área da saúde quando fala-se sobre o suicídio.

A campanha do Setembro Amarelo


O Setembro Amarelo é uma campanha que ocorre, oficialmente, todos os anos desde 2014. (Fonte: iStock)

É pensando em abordar este tema tão delicado e tão importante, que a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e o Conselho Federal de Medicina (CFM) criaram a campanha Setembro Amarelo, em 2014. Além disso, o dia 10 de setembro é considerado oficialmente o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, data estipulada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O setembro amarelo é uma campanha que tem como principal objetivo prevenir e reduzir os números altos de suicídios que são registrados no Brasil. Para isso, a ABP e o CFM disponibilizam materiais informativos, que ajudam profissionais da saúde e a sociedade civil em como divulgar a campanha. Além, é claro, de oferecer ajuda profissional.

Segundo dados da ABP e do CFM, 96,8% dos casos de pessoas que tiram a própria vida no Brasil são precedidos por transtornos mentais. Por isso, a recomendação dos especialistas é sempre procurar ajuda.

O apoio emocional de um profissional especializado pode fazer toda diferença na prevenção ao suicídio. O site oficial da campanha oferece uma ferramenta de busca por profissionais na sua cidade. É possível acessar clicando aqui.

Cadastre-se gratuitamente no Cognys e tenha uma experiência personalizada com nossos conteúdos!
Já tem uma conta? Faça login.

Materiais para apoiar a campanha

Para os profissionais da saúde, o site oficial do Setembro Amarelo disponibiliza uma área de downloads de materiais da campanha. Além disso, a seção traz as Diretrizes para a Divulgação e Participação da Campanha Setembro Amarelo®, fundamentais para participar da campanha com responsabilidade e efetividade.

Os materiais vão desde materiais de divulgação, como o logo oficial e a camisa da campanha, até textos para auxiliar pessoas que estão em situações de vulnerabilidade e às pessoas que conhecem alguém próximo nessa situação. Confira todo o material clicando em ‘Downloads’ no site.

Centro de Valorização da Vida


Uma das iniciativas mais antigas na prevenção ao suicídio, o CVV é referência na área. (Fonte: iStock)

O Setembro Amarelo se tornou um símbolo na luta pela prevenção ao suicídio e, embora a campanha seja um sucesso, ela não é a única iniciativa que aborda e defende esta questão tão importante.

Uma das mais importantes e tradicionais iniciativas é o CVV - Centro de Valorização da Vida, uma associação civil sem fins lucrativos que desde a década de 70 é reconhecida como Utilidade Pública Federal.

O CVV é uma rede de apoio emocional e valorização da vida. O CVV oferece apoio emocional e prevenção ao suicídio 24 horas por dia, todos os dias do ano, através do telefone 188. A ligação é totalmente gratuita e atende todo o Brasil desde 2018. Além do telefone, é possível receber ajuda profissional através do chat no site do CVV.

Cognys
Cognys

O Cognys é uma solução digital completa, que entrega para o profissional da área de saúde os mais importantes recursos para ajudá-lo em sua rotina diária e aprimoramento constante.

COGNYS
prevenção ao suicídio
valorização da vida
setembro amarelo
cvv