Protocolo DART - Uso da dexametasona em neonatologia

Entenda o impacto da displasia broncopulmonar (DBP) em neonatologia e de que forma a utilização da dexametasona pode auxiliar em seu tratamento.

  • 14/04/2022
  • 0
  • 0
  • 0
Favoritar
Protocolo DART - Uso da dexametasona em neonatologia. (Fonte: iStock)

De acordo com Northway et al., 1967, displasia broncopulmonar (DBP) é uma  “Doença pulmonar crônica grave que ocorre em recém nascidos pequenos e muito doentes com doença das membranas hialinas grave e que necessitam de ventilação mecânica e oxigénio.”. Ela tem caráter multifatorial e pode ser definida como necessidade de oxigênio com 28 dias de vida ou 36 semanas de idade gestacional.

Para lidar com a doença de forma precoce, o protocolo DART foi desenvolvido a partir de um estudo utilizando baixas doses de Dexametasona (10 dias) para auxiliar na diminuição do tempo de intubação de recém-nascidos. Nesta matéria você conhecerá os benefícios do protocolo em neonatologia e como sua utilização pode ser primordial para um tratamento eficaz da displasia broncopulmonar.

Protocolo DART: o que é?

A sigla DART advém do artigo “Dexamethasone: A Randomized Trial” e tem como objetivo  facilitar a extubação de pacientes em ventilação mecânica. No caso de recém-nascidos que fazem uso de ventiladores, os corticoides, em baixas dosagens, são capazes de reduzir a taxa de displasia broncopulmonar (DBP) e facilitar sua extubação.

O primeiro estudo que mostrou que uma dosagem baixa de dexametasona facilita a extubação, reduz necessidades de oxigênio e ventilação, e encurta a duração da intubação foi chamado de “Low-Dose Dexamethasone Facilities Extubation Among Chronically Ventilator-Dependent Infants: A Multicenter, International, Randomized, Controlled Trial” e está disponível no site da American Academy of Pediatrics.

Esse estudo foi combinado com a evidência de que os efeitos adversos dos corticoides estão ligados em grande parte ao tratamento na primeira semana de vida e a altas doses do corticoide.

Indicações e administração

A utilização do protocolo DART é recomendada a partir dos 7 primeiros dias de vida do recém-nascido. Antes disso, corre-se o risco de desenvolver embolia cerebral. Quando utilizado tardiamente, após os primeiros 7 dias de vida, há uma redução no risco de embolia cerebral e de doença pulmonar crônica e não apresenta aumento no risco de paralisia cerebral.

Se a resposta for positiva e houver redução nos parâmetros ventilatórios e FiO2, após os 3 primeiros dias, deve-se continuar o tratamento realizando seu esquema completo. Caso isso não aconteça e a resposta não for a esperada, o tratamento deve ser suspenso.

Recomenda-se que a administração de fosfato de dexametasona sódica, referindo-se às doses de um curso de redução gradual de 10 dias, seja feita da seguinte forma:

0,075 mg/kg/dose de 12/12h durante 3 dias

0,05 mg/kg/dose de 12/12h durante 3 dias

0,025 mg/kg/dose de 12/12h durante 2 dias

0,01 mg/kg/dose de 12/12h durante 2 dias

Cadastre-se gratuitamente no Cognys e tenha uma experiência personalizada com nossos conteúdos!
Já tem uma conta? Faça login.

Benefícios

Dentre os principais benefícios da utilização do protocolo DART estão a facilitação da extubação entre bebês muito prematuros ou de peso extremamente baixo e que dependem da ventilação mecânica; redução no tempo de intubação; baixa probabilidade de que a terapia com dexametasona em baixas doses resulte em um risco maior de hiperglicemia ou hipertensão entre bebês.

Cognys Meds

Para facilitar o acesso a informações sobre medicamentos e sua utilização, o Cognys Meds, a ferramenta de suporte à decisão clínica, entrega um potente conjunto de funcionalidades. O NeoFax Pediatrics é uma delas. A base dispõe de informação clínica sobre medicamentos voltada para as populações neonatal (0-29 dias) e pediátrica (1 mês a 18 anos).

Além disso, o Meds possui a ferramenta Lista de Medicamentos do Paciente (LIMPA), onde as informações podem ser encontradas, além de toda relação de fármacos que o paciente faz ou fará uso e o Bulário Cognys, sempre aliadas ao painel de interações medicamentosas.

Desenvolvida com tecnologia IBM Micromedex, o conjunto de ferramentas disponível no Cognys Meds trará um ganho de produtividade para o profissional e maior segurança para o paciente. Desta forma, os benefícios do produto vão afetar diretamente na qualidade do atendimento do paciente e na performance do farmacêutico em atuação.

Para saber mais sobre o Cognys Meds, acesse o site.

Cognys
Cognys

O Cognys é uma solução digital completa, que entrega para o profissional da área de saúde os mais importantes recursos para ajudá-lo em sua rotina diária e aprimoramento constante.

farmacia
farmacia clinica
dexametasona
protocolo dart